Abate de cavalos para exportação cada vez mais raro

Abate de cavalos para exportação cada vez mais raro

São Gabriel ainda guarda uma prática cada vez mais rara no território brasileiro: o abate de cavalos para exportação. É lá que funciona o frigorífico Foresta, o único a manter esse tipo de atividade no País, ao lado do Prosperidad, em Araguari (MG). O setor, que já chegou a vender 20,5 mil toneladas de carne de equídeos, em 2004, teve declínio considerável na última década - que tende a se acentuar com a recente suspensão da União Europeia à importação do produto, alegando problemas de higiene nos estabelecimentos e nos registros de tratamento dos cavalos abatidos com remédios.
     De acordo com dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a exportação brasileira de carne de cavalo encolheu mais de sete vezes no período, considerando as 2,7 mil toneladas embarcadas em 2016. 

28 de Setembro de 2017

Mais Notícias

Conheça nossos

Associados

KILLING S/A
TFL DO BRASIL INDÚSTRIA QUÍMICA LTDA
COUROS HIDRO IND E COM LTDA
COUROFAG INDUSTRIA COMÉRCIO E REPRESENTAÇÕES LTDA
ILSA BRASIL INDÚSTRIA DE FERTILIZANTES LTDA
MATS BENEFICIAMENTO DE COUROS LTDA