Em cinco anos, produção de carnes de Mato Grosso vai subir 40%

Em cinco anos, produção de carnes de Mato Grosso vai subir 40%

     Apesar dos desafios logísticos, o produtor da região médio-norte do Mato Grosso consegue uma produção de proteínas com custo bem menor do que o de outras regiões tradicionais do país.Mesmo com as longas distâncias para portos e regiões consumidoras, como a Grande São Paulo, o produtor mato-grossense é compensado pela economia na compra da alimentação para os animais.
    Esta avaliação faz parte de estudo de Adolfo Fontes, analista de proteína do Rabobank. Especializado em agronegócio, o banco vem fazendo um raio-X das possibilidades agroindustriais do Mato Grosso. Estimando que, até 2023, o crescimento médio anual da produção de carne bovina será de 5% no estado, atingindo 1,7 milhão de toneladas naquela data.
     Para Fontes, em 2023, Mato Grosso produzirá 2,76 milhões de toneladas dessas proteínas, 39% da produção nacional. Com isso, o estado será responsável por 15% da produção total de carne bovina do país, 5% da de frango e 7% da suína.

28 de Junho de 2018

Mais Notícias

Conheça nossos

Associados

CURTUME NIMO LTDA
KLC BRAZIL LEATHER EXPORT LTDA
ILSA BRASIL INDÚSTRIA DE FERTILIZANTES LTDA
COUROS HIDRO IND E COM LTDA
AMCM IND. COM. IMP. EXP. SERV TÉCNICOS LTDA.
TFL DO BRASIL INDÚSTRIA QUÍMICA LTDA