Em cinco anos, produção de carnes de Mato Grosso vai subir 40%

Em cinco anos, produção de carnes de Mato Grosso vai subir 40%

     Apesar dos desafios logísticos, o produtor da região médio-norte do Mato Grosso consegue uma produção de proteínas com custo bem menor do que o de outras regiões tradicionais do país.Mesmo com as longas distâncias para portos e regiões consumidoras, como a Grande São Paulo, o produtor mato-grossense é compensado pela economia na compra da alimentação para os animais.
    Esta avaliação faz parte de estudo de Adolfo Fontes, analista de proteína do Rabobank. Especializado em agronegócio, o banco vem fazendo um raio-X das possibilidades agroindustriais do Mato Grosso. Estimando que, até 2023, o crescimento médio anual da produção de carne bovina será de 5% no estado, atingindo 1,7 milhão de toneladas naquela data.
     Para Fontes, em 2023, Mato Grosso produzirá 2,76 milhões de toneladas dessas proteínas, 39% da produção nacional. Com isso, o estado será responsável por 15% da produção total de carne bovina do país, 5% da de frango e 7% da suína.

28 de Junho de 2018

Mais Notícias

Conheça nossos

Associados

CORIUM QUÍMICA LTDA
CURTUME INCOPOL LTDA
CODINA PELES LTDA
FIL INTERNATIONAL LEATHER IMP. EXP. LTDA
TRE ANYTRY BENEF DE PELES EXOTICAS LTDA
KLC BRAZIL LEATHER EXPORT LTDA