Entidade da Alemanha luta para proibir uso do termo “couro de maçã”

Entidade da Alemanha luta para proibir uso do termo “couro de maçã”

O CEO da German Leather Federation (VDL) está desapontado com o resultado de uma audiência inicial para determinar se o termo "couro de maçã" pode ser usado no marketing de uma marca. A empresa em questão, a marca de acessórios Nuuwai, recebeu uma carta para que não faça mais o uso deste termo em relação ao material feito a partir de subprodutos da produção de suco de maçã combinada com fibras de algodão e poliuretano.
A empresa, apoiada judicialmente pela Peta, mudou seu marketing para a Appleskin. Andreas Meyer, CEO da VDL, expressou seu temor de que "couro vegano" está se tornando aceitável em alguns setores, mas acrescentou que a VDL tem um bom histórico de sucesso em tais casos. "A decisão do juiz deve ser tomada em 10 de setembro", acrescentou.O CEO da German Leather Federation (VDL) está desapontado com o resultado de uma audiência inicial para determinar se o termo "couro de maçã" pode ser usado no marketing de uma marca. A empresa em questão, a marca de acessórios Nuuwai, recebeu uma carta para que não faça mais o uso deste termo em relação ao material feito a partir de subprodutos da produção de suco de maçã combinada com fibras de algodão e poliuretano.
A empresa, apoiada judicialmente pela Peta, mudou seu marketing para a Appleskin. Andreas Meyer, CEO da VDL, expressou seu temor de que "couro vegano" está se tornando aceitável em alguns setores, mas acrescentou que a VDL tem um bom histórico de sucesso em tais casos. "A decisão do juiz deve ser tomada em 10 de setembro", acrescentou.

29 de Agosto de 2019

Mais Notícias

Conheça nossos

Associados

EURO-AMÉRICA NOVO HAMBURGO
A. BÜHLER S/A - CURTUME
GERBER REPRESENTAÇÕES IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO LTDA
CORTUME KRUMENAUER S.A.
MK QUÍMICA DO BRASIL LTDA
CURTUME RUSAN LTDA