Projeto para produzir recurtentes dentro do curtume

Projeto para produzir recurtentes dentro do curtume

Nesta quinta-feira (16), ocorreu reunião do Conselho do Meio Ambiente da AICSul, coordenado por Hugo Springer. O palestrante foi Gustavo Fink, gerente técnico para couro da Lanxess na América, que abordou o projeto X-Biomer, de produzir recurtentes a partir do colágeno dos resíduos resultantes da atividade do curtume. Relatou que isto já acontece de maneira bastante satisfatória, gerando ganhos ambientais muito relevantes.
     O desafio, então, destacou Fink, passou a ser produzir o recurtente no curtume, reduzindo muitas etapas do processo, com ganhos de custos e ambientais. Um dos aspectos mais relevantes é a eliminação dos custos de transporte, gerando ganhos na pegada de carbono.Esta proposta foi aprovada e financiada pelo governo da Alemanha, em parceria com o instituto Invite e a Heller Leder.
     A partir disto, em setembro do ano passado foi instalada a unidade de produção de recurtentes em uma unidade produtiva da Heller. Fink destaca que está sendo um ano de aprendizado e ajustes, com resultados muito positivos. Tanto estão sendo bons que substituir 50% dos insumos utilizados em um curtume é um estágio que não é muito difícil de alcançar. Inclusive, o projeto ganhou prêmio do Ministério de Meio Ambiente da Alemanha, na Feira de Hannover.
     Um dos próximos passos, agora, destaca Fink, é a definição do modelo de negócios a ser aplicado com os clientes. Para alcançar este objetivo, o projeto será testado em diferentes regiões com uma ou duas unidades na América, na Europa e na Ásia.

16 de Agosto de 2018

Mais Notícias

Conheça nossos

Associados

CURTUME NIMO LTDA
CURTUME INCOPOL LTDA
CURTUME RUSAN LTDA
TRE ANYTRY BENEF DE PELES EXOTICAS LTDA
KLC BRAZIL LEATHER EXPORT LTDA
SPM COUROS