Projeto para produzir recurtentes dentro do curtume

Projeto para produzir recurtentes dentro do curtume

Nesta quinta-feira (16), ocorreu reunião do Conselho do Meio Ambiente da AICSul, coordenado por Hugo Springer. O palestrante foi Gustavo Fink, gerente técnico para couro da Lanxess na América, que abordou o projeto X-Biomer, de produzir recurtentes a partir do colágeno dos resíduos resultantes da atividade do curtume. Relatou que isto já acontece de maneira bastante satisfatória, gerando ganhos ambientais muito relevantes.
     O desafio, então, destacou Fink, passou a ser produzir o recurtente no curtume, reduzindo muitas etapas do processo, com ganhos de custos e ambientais. Um dos aspectos mais relevantes é a eliminação dos custos de transporte, gerando ganhos na pegada de carbono.Esta proposta foi aprovada e financiada pelo governo da Alemanha, em parceria com o instituto Invite e a Heller Leder.
     A partir disto, em setembro do ano passado foi instalada a unidade de produção de recurtentes em uma unidade produtiva da Heller. Fink destaca que está sendo um ano de aprendizado e ajustes, com resultados muito positivos. Tanto estão sendo bons que substituir 50% dos insumos utilizados em um curtume é um estágio que não é muito difícil de alcançar. Inclusive, o projeto ganhou prêmio do Ministério de Meio Ambiente da Alemanha, na Feira de Hannover.
     Um dos próximos passos, agora, destaca Fink, é a definição do modelo de negócios a ser aplicado com os clientes. Para alcançar este objetivo, o projeto será testado em diferentes regiões com uma ou duas unidades na América, na Europa e na Ásia.

16 de Agosto de 2018

Mais Notícias

Conheça nossos

Associados

AMCM IND. COM. IMP. EXP. SERV TÉCNICOS LTDA.
RP IND. E COM. DE COUROS LTDA
CURTUME NIMO LTDA
SPM COUROS
INDUSTRIA E COMÉRCIO DE COUROS DOWIDI LTDA
PARTNER INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE COUROS LTDA