Setor coureiro português cresceu 53% em oito anos

Setor coureiro português cresceu 53% em oito anos

O setor viu o seu volume de negócios aumentar 53% nos últimos oito anos, totalizando 368 milhões de euros em 2017. Este resultado, num período em que o país se debatia com uma grave crise econômica e financeira, deve-se a uma aposta na internacionalização, que permitiu diversificar clientes, fabricar produtos de maior valor agregado e incrementar as vendas de artigos em couro.
Nestes oito anos, o número de empresas de peles e curtumes teve uma ligeira redução, totalizando agora 399, mas foram criados mais 1.300 postos de trabalho, o que eleva o número de empregados para mais 4.500.
O peso da indústria de calçado, que era o principal canal de absorção dos curtumes foi perdendo importância, apesar de manter a supremacia. Setores como automotivo, vestuário, artigos de couro e mobiliário ganharam relevância e permitiram aos curtumes incrementar as exportações.

21 de Março de 2019

Mais Notícias

Conheça nossos

Associados

MATS BENEFICIAMENTO DE COUROS LTDA
CURTUME SULINO LTDA
BOLZANO BRASIL IND. DE COUROS E PELES LTDA
CURTUME A. P. MÜLLER LTDA
COUROS BOM RETIRO LTDA
RP IND. E COM. DE COUROS LTDA