“Tecnologia da informação a serviço da indústria calçadista” será o tema da Fábrica Conceito na Fimec 2018

“Tecnologia da informação a serviço da indústria calçadista” será o tema da Fábrica Conceito na Fimec 2018

Kildare e Ramarim produzirão
sapatos da Fábrica Conceito na Fimec 2018
 
“Tecnologia da informação a serviço da indústria calçadista” será o tema do projeto
 
 
        Uma edição focada na tecnologia da informação, tendo como destaque a conexão entre equipamentos, com a possibilidade de acompanhamento de cada etapa do processo, permitindo aos gestores tomar decisões em tempo para corrigir problemas na linha de produção. Esta será marca da Fábrica Conceito 2018, que será apresentada pelo Instituto Brasileiro de Tecnologia do Couro, Calçado e Artefatos – IBTeC, Fenac S.A e Coelho Assessoria Empresarial, durante a Fimec 2018. “Tecnologia da informação a serviço da indústria calçadista” será o tema da edição 2018 do projeto que reunirá 70 empresas, 90 máquinas e será operada por 70 operários.
        Para dar vida ao projeto, a coordenação convida indústrias que possam oferecer modelos de calçados para produzir em tempo real dentro da feira. Este ano, as marcas serão Ramarim de Nova Hartz/RS, fabricante de calçados femininos, e Kildare, de Novo Hamburgo, marca de calçados masculinos.
        A Fábrica deverá produzir 3.000 pares de calçados em três dias de feira – como acontece todos os anos, parte da produção será destinada a instituições que atuam na área de responsabilidade social, escolhidas pelos coordenadores do projeto e pelas duas indústrias de calçados.
        Uma das novidades é a mudança de local, saindo do Centro de Convenções e descendo para o Pavilhão 3, bem em frente à entrada da feira, o que gera a expectativa de maior volume de visitação.
        A proposta da fábrica é mostrar na prática máquinas, equipamentos, processos e componentes inovadores que estão sendo apresentados na feira, oportunizando que os visitantes da Fimec vejam em condições reais de trabalho em uma indústria de calçados em pleno funcionamento.
        A fábrica terá 6 linhas de produção, de onde sairão 9 modelos de calçados – serão 2 sapatilhas, 4 scarpins, uma bota feminina e dois modelos de sapatênis masculinos.
 
        Uma das linhas será totalmente operada por alunos do curso de formação profissional do Instituto de Tecnologia do Calçado Senai de Novo Hamburgo. Eles montarão dois modelos de sapatilhas, utilizando o sistema de montagem com modernas e altamente produtivas máquinas de montar bico/enfranque e calceira.
        Em uma segunda linha de produção, o destaque será para a automação, com controle de processos através de softwares que fornecem informações em tempo real sobre condições de operação das máquinas, de maneira a que o supervisor da linha tenha total controle sobre todas as operações do processo. O sistema também controlará o consumo de energia dos equipamentos, buscando a sustentabilidade econômica e ambiental da linha. Também haverá o controle do desempenho da produção em tempo real, minuto a minuto, onde todos os colaboradores da linha podem acompanhar on time o número de pares produzidos, a meta diária, a projeção do volume produzido e todos os problemas de qualidade que surgirem, apontando questões a serem melhoradas em cada etapa da linha de produção. O software traz ainda relatórios regulares, permitindo a correção das rotinas de produção instantaneamente. Esta linha trabalhará totalmente voltada para o conceito da Indústria 4.0.
 
        Outras duas linhas estarão montadas em um trilho de transporte, produzindo ao mesmo tempo um calçado casual masculino no sistema ensacado e um scarpin no sistema montado. Este formato de produção não é comum nas indústrias e muitos profissionais não conhecem a metodologia para implementá-lo.
 
 
OUTRAS NOVIDADES
 
        Entre as novidades, está o desafio de fazer a injeção direta de solados simultaneamente em calçados femininos e masculinos de modelos totalmente diferentes.
        Uma máquina com sistema Vision, que reconhece os desenhos/estampas das peças a serem cortadas e faz o corte automaticamente é uma das inovações que a Fábrica Conceito estará apresentando. A máquina, com tecnologia italiana, é inédita no Brasil e estará sendo apresentada na Fábrica Conceito. Ela garante, entre outras vantagens, ganho que pode atingir 80% no tempo de corte automatizado de peças e a precisão no corte de material estampado. O equipamento é muito ágil no processo de corte, e permite que a linha de produção trabalhe com mais de um modelo ao mesmo tempo, bastando os mesmos estarem pré-estampados ou tramados em tecidos, o que proporciona ganhos de tempo para indústrias que queiram trabalhar com produtos diferenciados e exclusivos, por exemplo. O recorte é feito com o sistema de faca oscilante, geridas por um software que através de 15 câmeras de alta resolução, reconhecem cada peça individualmente, sem a necessidade de estarem vinculadas a um layout prévio de corte.

        Além de trazer máquinas e equipamentos que garantem a otimização da produtividade das indústrias de calçados, o projeto mostrará como este setor está avançado no que diz respeito à integração de cada processo a partir do uso de tecnologias de informação.
 
        Também estarão sendo apresentados uma série de materiais e componentes inovadores e sustentáveis, como o processo produtivo de colagem do scarpin, totalmente isento de solventes orgânicos e altamente produtivo. Os solados também trazem muito de inovação e sustentabilidade. Os materiais de injeção direta são a base de poliuretano, um deles produzido a partir de fontes renováveis. Os solados colados serão a base de um composto de Borracha Termoplástica e EVA, mais leve  e confortável.
 
        Todos os modelos produzidos na Fimec serão avaliados pelo Laboratório de Biomecânica do IBTeC, para avaliação do conforto oferecido por cada um.
       
VISÃO SOCIAL
 
        Um dos pontos de identificação do projeto está seu posicionamento nas áreas de responsabilidade social e sustentabilidade.
        A fábrica selecionará em torno de 40 trabalhadores desempregados para atuar no projeto. Para eles é uma oportunidade de estar em contato com pessoas que lideram empresas, e mostrar sua capacidade de trabalho. O histórico do projeto tem mostrado que alguns destes trabalhadores conseguem boas oportunidades de entrevistas de emprego a partir desta participação.
 
CONEXÃO DA PRODUÇÃO COM
DISTRIBUIÇÃO E VAREJO
 
        Entre as soluções que a Fábrica Conceito apresentará estará o Sistema de Operações Logísticas Automatizadas (SOLA), projeto da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados).
        A ferramenta faz o gerenciamento e monitoramento de todas as informações da produção da Fábrica, permitindo a rastreabilidade total do processo, nos monitores da fábrica e no  celular, através do acesso por um link.
        O sistema otimiza custos com a logística, por permitir que os fornecedores de transporte estejam conectados e façam deslocamento de caminhões quando a totalidade da carga estiver pronta na fábrica. Tudo isto é feito a partir de padronização de códigos globais, que são rastreados por todos os participantes do processo.
        Para que seja implantado no dia a dia das indústrias, e automatizar as leituras da movimentação das mercadorias e trocar informações eletronicamente com seus parceiros comerciais, basta que a indústria tenha um sistema ERP e scanners para a leitura de código de barras.
 
A 42ª FIMEC
 
        A 42ª Fimec (Feira Internacional de Couros, Produtos Químicos, Componentes, Máquinas e Equipamentos para Calçados e Curtumes), acontecerá entre os dias 6 e 8 de março, das 13 às 20 horas, nos pavilhões da Fenac, em Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul (Brasil). O horário de visitação será das 13h às 20h.
        Considerada a maior feira do setor das Américas. a Fimec é a única feira do mundo que reúne, em um mesmo local, toda a cadeia produtiva do setor coureiro calçadista, com mais de 500 expositores.
        A mostra apresenta lançamentos em couros, produtos químicos, componentes, máquinas, equipamentos e tecnologias para calçados e curtumes. A cada ano aumenta o número de visitantes estrangeiros de todos os continentes, com ênfase para os países da América Latina, que vêm em maior volume.
 
 
 
 
 
 

24 de Janeiro de 2018

Mais Notícias

Conheça nossos

Associados

TAN EXPORT - IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO LTDA
AMCM IND. COM. IMP. EXP. SERV TÉCNICOS LTDA.
INDÚSTRIA DE PELES MINUANO LTDA
FUGA COUROS S.A
KILLING S/A
CORIUM QUÍMICA LTDA